Quinta, 13 de dezembro de 2018
73 999057124
Brasil

12/11/2018 ás 19h56 - atualizada em 12/11/2018 ás 20h14

Redação

Gandu / BA

Nove ferramentas para você identificar fraudes na Black Friday
Nove entre dez consumidores que foram às compras na Black Friday em 2017 afirmam que repetiriam a dose este ano, mas é preciso ter cuidado para não cair em pegadinhas
Nove ferramentas para você identificar fraudes na Black Friday

A Black Friday pode ser facilmente definida por consumidores e clientes que esperam o ano inteiro por um dia recheado de promoções e preços mais acessíveis na hora de fazer compras. Mas o sucesso da data é tão grande que lojas físicas e online expandiram os descontos para o mês em que ela acontece. Desde o início de novembro, os consumidores são bombardeados por anúncios e propagandas de lojas que prometem grandes descontos em seus produtos.


E é justamente por isso que o cliente que deseja se aventurar nesse mar de promoção deve ficar atento: assim como as ofertas, o número de fraudes nesta época também aumenta. Falsos descontos e maquiagem nos preços são práticas comuns de algumas lojas virtuais durante o período. A "maquiagem" nos preços consiste em aumentar os valores dos produtos dias ou semanas antes da Black Friday, para que, pouco antes da ação, os preços voltem ao valor.


O iBahia listou ferramentas e sites gratuitos que podem te ajudar a identificar fraudes. Confira:


Buscapé


O Buscapé monitora e mostra aos consumidores a oscilação dos preços dos produtos. O site também lista as lojas mais confiáveis para efetuar a compra e pode ser ordenado por valores.



Baixou Agora


O Baixou Agora é um plugin para Google Chrome. Ele também monitora as alterações nos preços e avisa ao usuário quando os maiores descontos nos produtos escolhidos aparecem. A ferramenta permite acompanhar o histórico de oscilação de preços.



Já Cotei


O Já Cotei é um site que mostra comparação de preços por meio de gráficos. O consumidor pode ver a variação de preços nos últimos meses e saber as ofertas que têm descontos reais. O site também possui uma extensão para o Google Chrome que avisa se houver uma oferta melhor em outra loja.



Promobit


O Promobit é um site comparador de preços que funciona de forma colaborativa. Os usuários podem cadastrar ofertas no serviço, mas a página verifica antes se o preço anunciado está correto e se a loja é confiável. A ferramenta também oferece cupons de desconto.



Pelando


O Pelando é um site que monitora as ofertas divulgadas nas lojas virtuais e permite que o usuário identifique se as promoções são válidas. Além da página para web, o serviço também oferece uma extensão para o navegador Google Chrome e aplicativos para celulares com Android e iOS. O Pelando exibe um gráfico que indica alterações no valor da mercadoria e o dia que o objeto apresentou o menor preço.



Reduza


A ferramenta pode ser usada de duas formas: pelo site e como extensão para os navegadores Chrome e Firefox. O Reduza é outra opção para quem deseja comparar os preços da mercadoria. O consumidor deve colar o link do produto que deseja comprar no campo de busca da página e uma lista de ofertas será exibida



Zoom


Os consumidores podem usar o Zoom na web ou por meio de aplicativos para Android e iOS. A ferramenta monitora preços de lojas virtuais e permite que o usuário compare de dois a quatro produtos ao mesmo tempo. Outras funções como alerta de preço e histórico de valores também são oferecidas.



Busca Descontos


O serviço oferece cupons de descontos e é focado em promoções. A página também reúne ofertas de lojas virtuais.



Decolar.com


O Decolar é voltado para a área de turismo. O site busca as melhores tarifas de diversas companhias aéreas e hotéis nacionais e internacionais.



Além das ferramentas citadas, outros cuidados devem ser tomados para evitar dor de cabeça no momento da compra.


WhatsApp e links maliciosos


Um dos principais mensageiros usados pelos brasileiros, o WhatsApp pode ser a porta de entrada de criminosos que desejam aplicar golpes. Links que espalham promoções falsas fazem parte do método mais comum, por isso, pense duas vezes antes de clicar e fornecer dados pessoais a sites.


Anúncios exibidos em aplicativos


Aplicativos gratuitos e menos conhecidos pelo público costumam exibir propagandas na tela. É comum que os desenvolvedores não tenham o cuidado necessário com a fonte da publicidade, facilitando a divulgação de propagandas falsas. É importante ter cuidado ao clicar nos banners e conferir o link que foi aberto.


Verificadores de links


Ao receber um link e desconfiar da procedência e veracidade dele, o usuário pode recorrer aos testadores de URL. Ferramentas como o DFNDR Lab podem ajudar a verificar se o site é seguro. Pesquisas no Google também podem ficar mais seguras com a extensão Avast Online Security. O serviço para Chrome checa a segurança nos resultados do navegador.


Não me cadastrei no site e estou recebendo e-mails


Outro método comum para aplicar golpes é o envio mensagens para a caixa de entrada de e-mail. Os usuários devem ter cuidado ao clicar em links que prometem promoções e ofertas. Um passo que pode evitar problema é lembrar se você fez cadastro na loja em questão.


Mesmo que tenha feito o cadastro, observe se o endereço que enviou a mensagem utiliza final @gmail.com, @yahoo.com.br ou @hotmail.com, que geralmente são de contas pessoais.


Ligações e SMS são casos clássicos


Durante a Black Friday, criminosos entram em contato através de mensagens de texto e ligações telefônicas. Desconfie se a pessoa que está do outro lado da ligação diz que você ganhou algo e exige que você faça depósito ou pagamento.


Reputação da loja em questão


Ao se deparar com uma nova loja, é importante que o consumidor pesquise mais informações sobre a identidade e a reputação da mesma. Uma ferramenta popular para isso é o site Reclame Aqui. Você pode consultar problemas que outros cliente tiveram e as respostas que a empresa deu para a situação.



 Você sabia que o Portal Sulbahia1 está no facebooktwitterinstagram e youtube? Siga-nos lá.



O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Copyright © 2016-2018 Portal Sulbahia1 - E-mail: [email protected]
Site desenvolvido pela Lenium