domingo, 16 de dezembro de 2018
73 999057124
Economia

09/03/2018 ás 08h45 - atualizada em 09/03/2018 ás 08h52

Redação

Gandu / BA

Deputado Federal diz que obra do Gasoduto deve ser iniciada neste primeiro semestre de 2018.
Essa semana já teve uma reunião e já foi assinado o contrato e agora falta apenas uma permissão de uso.
Deputado Federal diz que obra do Gasoduto deve ser iniciada neste primeiro semestre de 2018.
O deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB), disse em entrevista ao radialista Amarelinho, nesta quarta-feira (07), que as obra do Gasoduto Sudoeste deve ser iniciada ainda nesse primeiro semestre de 2018. "A Bahiagás tinha feito um processo licitatório para a empresa que iria executar essa obra e o que aconteceu foi que a segunda colocada, a OAS, entrou na justiça contestando o resultado do processo licitatório, e portanto, estava sob liminar. No dia 19 de fevereiro, o juiz suspendeu a liminar e com isso foi autorizado a assinatura do contrato entre a Bahiagás e a empresa vencedora. Essa semana já teve uma reunião e já foi assinado o contrato e agora falta apenas uma permissão de uso, que é um problema técnico com a Petrobrás, para que seja dada a ordem de serviço já no próximo mês (abril), o governador irá assinar essa ordem de serviço", revelou o deputado na entrevista divulgada na FM Ipiaú. 

 

 

Em maio do ano passado, a Bahiagás realizou uma Audiência Pública realizada na Câmara Municipal de Ipiaú, para tratar detalhes do projeto de construção do Duto de Distribuição de Gás Natural do Sudoeste. Itagibá é ponto de partida para a construção da obra do gasoduto que passará por mais 12 municípios até chegar ao destino final, no município de Brumado. À época, o diretor da Bahiagás - Luiz Gavazza afirmou no auge da execução da obra serão gerados cerca de 400 empregos diretos. No primeiro trecho do gasoduto, que se estende entre os municípios de Itagibá e Jequié, devem ser contratados mais de 200 trabalhadores diretos. O aporte inicial de investimentos nesse primeiro trecho é de R$ 117 milhões. 

 

Segundo o blog Giro em Ipiau, a obra estava prevista para ser iniciada em setembro do ano passado. A estimativa de tempo de execução total é de quatro anos, entre projeto e obra. O objetivo é fornecer gás natural aos setores industrial, comercial e automotivo, com destaque para o ramo de alimentos e bebidas e para as grandes mineradoras instaladas na região.

 
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Copyright © 2016-2018 Portal Sulbahia1 - E-mail: [email protected]
Site desenvolvido pela Lenium