Sábado, 22 de setembro de 2018
73 999057124
Educação

19/06/2018 ás 12h06

175

Redação

Gandu / BA

Sem merenda na escola, alunos dizem que professores ajudam a comprar comida
Adolescentes são de escolas públicas em Uruçuca, Ilhéus e Porto Seguro, todas no sul da Bahia.
Sem merenda na escola, alunos dizem que professores ajudam a comprar comida
Alunos de escolas de Ilhéus, Porto Seguro e Uruçuca reclamam de falta de merenda

Os estudantes de escolas públicas de cidades do sul da Bahia denunciaram a falta de merenda nas unidades de ensino e relataram que, em algumas delas, são os professores que têm de comprar comida para os alunos.


"Os professores têm que tirar dinheiro do prórprio bolso", disse uma das alunas da Escola Municipal do Bairro Santo Antônio, em Ilhéus.


A secretária de Educação do município disse que está tendo dificuldades na entrega da merenda por conta da forte chuva que atinge a região, mas que nesta terça-feira (19) a situação será regularizada.


Alunos dizem que estão sem merenda no sul da Bahia e são os professores que ajudam na compra de comida (Foto: Reprodução/TV Santa Cruz)


Já no Colégio Estadual de Serra Grande, em Uruçuca, as alunas fizeram um vídeo falando que elas estão levando comida de casa e também contando com a ajuda da diretora da unidade de ensino. "Estamos sem farda o ano todo e sem alimento", disse uma das adolescentes.


Em seguida, outra jovem complementa: "Nós trazemos a comida de casa e estamos contando com a ajuda da diretora da escola, que está tirando do salário dela o dinheiro para trazer suco e biscoito para nós. Nem os banheiros da escola estão limpos porque também não têm produtos de limpeza", concluiu.


Diante dos problemas na escola em Uruçuca, o Núcleo Territorial de Educação do Litoral Sul disse que o fornecimento de alimentação escolar será regularizado nesta terça feira. Já com relação à falta de fardamento e material de limpeza, o núcleo ainda não se posicionou.


Além dessas duas denúncias em cidades do sul da Bahia, estudantes do Complexo Integrado de Educação de Porto Seguro, de responsabilidade do governo do estado, também falaram sobre a falta de merenda. "Nossa escola está sem merenda", alerta do adolescente.


Outra estudante enfatizou que eles precisam da merenda para que possam cumprir a carga horária de nove horas. Esses jovens ficam dois turnos na escola devido ao estudo intensivo para o Exame Nacional do Ensino Médio.


Com relação ao problema apontado pelos estudantes de Porto Seguro, a Secretaria Estadual de Educação informou que a merenda já foi enviada na segunda-feira.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Copyright © 2016-2018 Portal Sulbahia1 - E-mail: [email protected]
Site desenvolvido pela Lenium