Segunda, 18 de fevereiro de 2019
73 999057124
Wenceslau Guimarães

29/01/2019 ás 07h30 - atualizada em 01/02/2019 ás 09h18

Redação

Gandu / BA

Wenceslau Guimarães | Professores recebem diplomas sem validade após curso.
Estudantes de pós-graduação em Wenceslau Guimarães foram vítimas de diplomas falsos.
Wenceslau Guimarães | Professores recebem diplomas sem validade após curso.

Uma denúncia veículada no Fantástico neste domingo (27), mostrou que estudantes de pós-graduação do município de Wenceslau Guimarães foram vítimas de diplomas falsos. 


Segundo estudantes, o diploma emitido é da Facisco, mas não tinha validade. Essa universidade estrangeira não foi a mesma que eles se matricularam, a Fateffir.


Segundo o Secretário de Educação, Marcos Antônio, a universidade tinha curso de mestrado e muitos professores da rede municipal, incluindo ele, cursaram. A unidade da universidade funcionava em uma escola municipal. “Não tinha como desconfiar inicialmente”, disse o secretário em entrevista ao programa.


Em nota, segundo o Fantástico, a Fateffir informou que os estudantes precisam fazer uma validação do diploma no Brasil. Uma empresa foi contratada para auxiliar nesse procedimento, mas houve problemas. Segundo a empresa, os profissionais estão a disposição dos estudantes.



Você sabia que o Portal Sulbahia1 está no facebooktwitterinstagram e youtube? Siga-nos lá.




O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Copyright © 2016-2019 Portal Sulbahia1 - E-mail: [email protected]
Site desenvolvido pela Lenium