domingo, 15 de setembro de 2019
73 999057124
Bahia

22/05/2019 às 17h48 - atualizada em 25/05/2019 às 09h47

Redação

Gandu / BA

Nelson Leal exalta o valor das ciências humanas para a educação no Brasil
Em Moção de Louvor, presidente da Alba ressalta que a filosofia, sociologia, história e antropologia libertam e constroem o pensamento crítico.
Nelson Leal exalta o valor das ciências humanas para a educação no Brasil

Considerado desprezível pelo Ministério da Educação (MEC) para a formação educacional do brasileiro, o ensino das ciências humanas nos cursos Médio e Superior no país foi exaltado pelo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Nelson Leal (PP), em moção de louvor apresentada à Secretaria Geral da Mesa (SGM) da Casa, na manhã desta quarta-feira 22.


“É voz corrente entre educadores nacionais e internacionais, que o ensino das Ciências Humanas liberta, abre horizontes, arranca as amarras do pensamento único. Talvez por isso, incomode tanto aos regimes autoritários que têm assento na saga das civilizações, como registram os livros de história”, ressaltou, Leal, na peça legislativa.


Para o chefe da Alba, os ensinos da filosofia, antropologia, sociologia e da história se configuram no alicerce básico de uma sociedade, em sua tarefa essencial de promover a reflexão crítica, a educação política e o pensamento independente para a formação educacional do cidadão de qualquer país do mundo.


O deputado pepista observa que a historiografia mostra que os regimes autoritários sempre escolheram as Ciências Humanas como escopo de seus ataques, mascarados de reforma do ensino, com vista à implantação de dogmas e doutrinas ideológicos. “Criminalizar as Ciências Humanas é uma maneira de imbecilizar uma sociedade, turvar o livre exercício do pensar e deixar como legado saberes mediocrizados”, afirma, Nelson Leal.


Formado em Engenharia Civil, o chefe do Legislativo estadual destaca que as Ciências Humanas são fundamentais também para a construção do saber lógico dos alunos das áreas das ciências técnicas.


“Posso afirmar que as Ciências Humanas tiveram grande importância para a minha formação como engenheiro civil e como político. Sem elas o indivíduo mergulha num processo de apequenamento do intelecto”, declarou.


Nelson Leal - que já havia apresentado na Casa uma Moção de Repúdio aos cortes de verbas das Universidades federais -, lembra que restringir as Ciências Humanas contraria a própria Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira, a LDB, que preconiza a pluralidade do ensino.


Presidente da Assembleia Legislativa baiana também critica duramente a tentativa de negar a notoriedade internacional de ícones da educação brasileira e mundial, como forma de demonizar o conhecimento e o saber histórico.


“Tentar negar o iluminismo de educadores do naipe de Paulo Freire, Anísio Teixeira, Darcy Ribeiro e outros, ainda que seja uma iniciativa vã ante o mundo, é antes de mais nada um crime contra a educação e a história brasileiras”, defende, Nelson Leal.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Copyright © 2016-2019 Portal Sulbahia1 - E-mail: [email protected]
Site desenvolvido pela Lenium