domingo, 15 de setembro de 2019
73 999057124
Política

26/05/2019 às 21h38

Redação

Gandu / BA

Nelson Leal percorre a região do sisal e critica a anarquia nos serviços do transporte aéreo.
Presidente da Alba visitou sete municípios da região sisaleira para conhecer de perto as necessidades da população.
Nelson Leal percorre a região do sisal e critica a anarquia nos serviços do transporte aéreo.
Veja mais fotos na galeria abaixo

Em visita de três dias a sete municípios dos Territórios de Identidade Semiárido Nordeste II e Sisal, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Nelson Leal (PP), fez duras críticas ao que chamou de abuso e anarquia nos preços das passagens aéreas praticados no Brasil e outros serviços.


“É inaceitável que uma passagem aérea para dentro do país seja mais cara que para fora, muitas vezes até para a Europa, como não é incomum acontecer”, protestou, o chefe da Alba.


 Em Riachão do Jacuípe, primeira parada do périplo, onde foi recebido na Câmara de Vereadores por edis e lideranças políticas locais, Nelson Leal observou que está na hora de acabar com a desordem que tem imperado nos serviços oferecidos aos usuários do setor pelas companhias.


“É necessário critérios lógicos ao se estabelecer preços e tarifas praticados, assim como razoabilidade nos serviços oferecidos. Observamos abusos e anarquia em tudo, como cancelamento de voos, cobranças indevidas de serviços, falta de rotas, desvio de malas. Precisamos corrigir muita coisa”, explicou.


O parlamentar ainda ressaltou os prejuízos e transtornos que provocam a todos que usam o sistema. “Perde a população com a falta de qualidade dos serviços e preços cobrados, e perde o conjunto da economia, especialmente o setor do turismo regional, que fica emperrado. O impacto é bastante negativo na economia baiana. Por isso que na segunda-feira 27, às 9:30h., faremos uma sessão especial na Alba para debater o tema, com a presença de todos os segmentos envolvidos com o transporte aéreo”, explicou, Leal.


A reforma da Previdência foi outro tema que Nelson Leal debateu também nas cidades de Teofilândia, Euclides da Cunha e Heliópolis, esta, num grande evento na Câmara Municipal de Vereadores. O presidente do Legislativo estadual comentou ser necessário reformar a Previdência, mas que o ônus da reforma jamais poderá recair sobre os ombros dos que têm menos.


“O texto do governo é nocivo à população e benéfico aos bancos. Entendo que quatro pontos da proposta são inegociáveis: a redução do BPC (Benefício de Prestação Continuada), a aposentadoria do trabalhador rural, o modelo de capitalização, e a desconstitucionalização da Previdência Social. São absurdos que não podemos tolerar. Não vamos permitir que o Brasil vire o Chile, onde cerca de 80% dos aposentados recebem menos que o salário mínimo”, assegurou, Leal.


Ele destacou ainda a importância dos recursos da aposentadoria rural e do BPC para a economia dos municípios baianos. “Nada menos que 313 das 417 cidades do Estado recebem mais com esses dois benefícios que o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Mexer nesses benefícios é buscar o colapso da economia dessas cidades”, afirmou.


Nelson Leal ainda participou de inauguração de creche, assinatura de ordem de serviços, anotou demandas da população, se comprometendo em levar os pedidos ao governador Rui Costa, e encontros com prefeitos e vereadores, também nos municípios Ribeira do Amparo e Araci. “A Assembleia Legislativa deve ser a caixa de ressonância da sociedade. Ela deve estar sempre próxima da população, notadamente do interior”, justificou.


O giro pelo interior do presidente da Assembleia Legislativa terminou neste domingo 26, na cidade de Queimadas, que celebrou a 49ª edição da tradicional Lavagem da Igreja, com uma bonita festa, e a presença de deputados federais, estaduais, secretários de governo, vereadores e lideranças de vários pontos do Estado.


Clique nas imagens abaixo para ampliar:
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Copyright © 2016-2019 Portal Sulbahia1 - E-mail: [email protected]
Site desenvolvido pela Lenium