Quinta, 05 de dezembro de 2019
73 999057124
Política

19/07/2019 às 17h23

Redação

Gandu / BA

Nelson Leal diz que liberação do FGTS não garante retomada do crescimento e ainda pode comprometer construção civil
Chefe da Alba diz que recuo do governo federal foi “positivo” para repensar a questão
Nelson Leal diz que liberação do FGTS não garante retomada  do crescimento e ainda pode comprometer construção civil

Continuando suas visitas ao Oeste baiano, passando por Ibotirama, Oliveira dos Brejinhos, Barreiras e Riachão das Neves, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Nelson Leal, defendeu hoje (19.07) a geração de empregos através de investimentos na construção civil. "Espero que a liberação do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), que deveria ter sido anunciada ontem pelo Governo Federal, não afete os investimentos na construção civil. É um setor que gera milhares de empregos e, de fato, impulsiona o ciclo virtuoso da economia. O recuo do governo é positivo, porque a liberação do Fundo de Garantia, sem um estudo mais profundo, pode resultar na quebra definitiva do programa Minha Casa, Minha Vida, com a demissão de cerca de 500 mil operários que estão nos canteiros de obras espalhados pelo país”, alerta o chefe do Legislativo estadual.


Leal lembra que o governo de Michel Temer liberou R$ 44 bilhões em saques do FGTS e a economia brasileira não reagiu. “Ao contrário, entramos em um processo de estagnação. Uma liberação de R$ 30 bilhões agora pode agravar ainda mais o problema, decretando, de vez, a falência do setor da construção civil. Sem tentar resolver a questão dos quase 14 milhões de desempregados no país, continuaremos a receitar aspirina para um paciente com tumor cerebral. Liberando o FGTS e acabando com a política de habitação, não voltaremos a crescer e o desemprego ainda vai aumentar muito mais”, diz o presidente da ALBA.


Nelson Leal lembrou que o Programa Minha Casa, Minha Vida, que completou 10 anos em maio, já resultou na construção de mais de 5,5 milhões de habitações, com investimentos da ordem de quase R$ 500 bilhões, sendo aproximadamente R$ 160,8 bilhões em subsídios oriundos da União e do Fundo de Garantia. “Somente com o programa, nesses últimos dez anos, a indústria da construção civil empregou cerca de 400 mil trabalhadores por ano. Não podemos agravar o desemprego e ainda aumentar o déficit habitacional do país. Neste momento, seria um tiro no pé”, adverte Leal.


SAIBA MAIS


+ Nelson Leal viaja ao Oeste, visitando os municípios de Santa Maria da Vitória, Canápolis, Coribe e Cocos


+ Em Ilhéus, governador participa do Festival Internacional do Chocolate


Leia outras notícias no www.sulbahia1.com.br. Siga, também,  o Sulbahia1 no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp.


Mais notícias





 


 

 



 

 


Ver essa foto no Instagram


 



 

 

 



 

 



 

 

 



Duas crianças são mortos a tiros em Gandu. Dois adolescentes foram mortos a tiros na manhã desta sexta-feira (18), no Bairro Beira Rio em Gandu. . Depois dos disparos, o suspeito, ainda não identificado, fugiu do local. Policiais militares  e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados e constataram a morte de um adolescente. O outro foi socorrido e encaminhado para o Hospital em Itabuna, mas não resistiu aos ferimentos e também veio a óbito... Saiba mais. Acesse. www.sulbahia1.com.br #gandu #crianças #policiamilitar


Uma publicação compartilhada por SulBahia1 (@sulbahia1) em



O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Copyright © 2016-2019 Portal Sulbahia1 - E-mail: [email protected]
Site desenvolvido pela Lenium