Quinta, 05 de dezembro de 2019
73 999057124
Bahia

19/07/2019 às 17h59

Redação

Gandu / BA

Industrialização do cacau baiano movimenta R$ 1,3 bi em investimentos
A Bahia ocupa espaço importante no cultivo do fruto e no desenvolvimento econômico, especialmente no sul e extremo sul.
Industrialização do cacau baiano movimenta R$ 1,3 bi em investimentos
(Foto: Manu Dias/GOVBA)

O cacau da Bahia vai além das 123 mil toneladas produzidas por ano e lidera nacionalmente também no setor industrial. No estado, os cinco empreendimentos do setor, incentivados pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), já injetaram cerca de R$ 1,3 bilhão em investimentos e geram juntos 1,2 mil empregos diretos. O forte da industrialização do cacau é a região sul, mas também tem presença marcante na capital e já exportou até loja artesanal para Paris. 


Reinventado, o segmento cacaueiro tem visibilidade nacional com o Chocolat Bahia Festival, cuja 11ª edição começou na quinta-feira (18), em Ilhéus. Os números positivos se refletem ainda no processamento das amêndoas de cacau. A indústria moageira produz 270 mil toneladas por ano. Dados da SDE revelam a diversidade da cadeia produtiva baiana, que vai do cacau em pó aos chocolates gourmet, com nibs de cacau.   


“A Bahia ocupa espaço importante no cultivo do fruto e no desenvolvimento econômico, especialmente no sul e extremo sul. O cacau se reinventou depois da vassoura de bruxa e temos uma nova oportunidade de crescimento territorial, com grandes variedades e com potencialidade sustentável do cultivo. A industrialização vem como reforço e essa cadeia tem movimentado a economia baiana, gerado empregos e tornado o estado referência mundial, seja no cacau ou no chocolate”, afirma o vice-governador e titular da SDE, João Leão. 


Numa conexão Ilhéus-Salvador-Paris, com vocação sustentável, a AMMA Chocolate Orgânico investiu R$ 3 milhões para implantação de uma unidade de fabricação de chocolate artesanal. As fazendas de cacau ficam no sul, nas proximidades de Ilhéus, Itabuna e Itacaré. Na capital baiana funcionam a planta fabril e as lojas temáticas. 


Para a capital da França, a marca baiana exporta o chocolate e mantém uma loja modelo. “O cacau que a Bahia e pequenos produtores produzem, com todo o apoio do Governo do Estado, tem sido fundamental para o desenvolvimento, pois estamos vivendo a reestruturação dessa cadeia, de uma forma sólida, com mais valor e mais respeito a todos os integrantes”, destaca o fundador e diretor da AMMA, Diego Badaró. 


Entre as fábricas implantadas na Bahia está a francesa Barry Callebaut, que possui duas filiais no estado. Maior processadora de cacau do país e também produtora de chocolate, a empresa injetou investimentos de R$ 64 milhões em Ilhéus e de R$ 23,8 milhões em Itabuna. Ao todo, o volume de aporte chegou a R$ 87,8 milhões na ampliação industrial. O grupo gera 526 empregos diretos na região.


SAIBA MAIS


+Dois menores são mortos a tiros em Gandu


+Em Ilhéus, governador participa do Festival Internacional do Chocolate


+Três mulheres são presas após furto de óculos em Valença; vídeo


Leia outras notícias no www.sulbahia1.com.br. Siga, também,  o Sulbahia1 no Twitter, Instagram, curta nossa página no Facebook e se inscreva no nosso canal no Youtube. Envie informações à Redação do Portal por meio do WhatsApp.


Mais notícias





 


 

 



 

 


Ver essa foto no Instagram


 



 

 

 



 

 



 

 

 



Duas crianças são mortos a tiros em Gandu. Dois adolescentes foram mortos a tiros na manhã desta sexta-feira (18), no Bairro Beira Rio em Gandu. . Depois dos disparos, o suspeito, ainda não identificado, fugiu do local. Policiais militares  e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados e constataram a morte de um adolescente. O outro foi socorrido e encaminhado para o Hospital em Itabuna, mas não resistiu aos ferimentos e também veio a óbito... Saiba mais. Acesse. www.sulbahia1.com.br #gandu #crianças #policiamilitar


Uma publicação compartilhada por SulBahia1 (@sulbahia1) em



O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Copyright © 2016-2019 Portal Sulbahia1 - E-mail: [email protected]
Site desenvolvido pela Lenium