Quarta, 12 de Agosto de 2020
73 999057124
Gandu Triste

Áudio: Trigêmeos são mortos em Hospital de Gandu; família acusa a unidade de saúde de negligência.

Segundo familiares, um suposto mau atendimento no Hospital; prefeitura emite nota de Esclarecimento.

05/12/2019 08h11 Atualizada há 8 meses
Por: Redação
Áudio: Trigêmeos são mortos em Hospital de Gandu; família acusa a unidade de saúde de negligência.

Trigêmeos nascidos na última segunda-feira (2) no Hospital João Batista Assis, em Gandu morrem minutos depois do parto.  Segundo familiares, um suposto mau atendimento no Hospital Municipal da cidade, causou a morte dos bebes, a acusação é feita pela família da vítima.

Ouça

Receituário da Maternidade de Salvador, onde está escrito: PACIENTE COM RISCO… solicito vir em carro que consiga ter melhor comodidade.

Outro lado

Nota de Esclarecimento.

Diante da repercussão do caso envolvendo a morte de bebês trigêmeos no município. A Secretaria Municipal da Saúde vem a público esclarecer a população, que a gestante envolvida no caso deu entrada no Pronto Socorro do Hospital Municipal João Assis (HJBA), já em trabalho de parto com aparentemente 6 meses de gestação. A paciente deu a luz através de parto normal, o primeiro bebê nasceu morto, os outros dois nasceram com 600 gramas, prematuros e com insuficiência respiratória. 

A secretaria informa ainda, que a todo o momento, desde a entrada da paciente na unidade hospitalar, a equipe médica deu toda a assistência necessária, atendendo aos protocolos universais de saúde. Em seguida, o médico plantonista solicitou a transferência através de UTI MÓVEL para uma unidade de saúde de suporte avançado no Hospital São Judas Tadeu, mas, infelizmente todo suporte não foi suficiente.

A secretaria da saúde salienta ainda que disponibilizou a gestante um acompanhamento com médicos especialistas na capital do estado, onde o parto seria a princípio realizado. O Hospital Municipal João Assis deu todo apoio e assistência necessária, tanto a mãe, quanto aos bebês e utilizou todos os recursos e procedimentos disponíveis para salvar a vida dos recém nascidos; o que lamentavelmente não foi possível. 

O HJBA vem passando por diversas mudanças e transformações tanto em sua estrutura física, quanto em sua equipe de profissionais de saúde, para melhor atender a população, infelizmente casos de alta complexidade requer suporte de grandes hospitais, que possuem Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e equipamentos avançados.   

A Secretaria Municipal da Saúde lamenta profundamente o ocorrido e se solidariza com a família dos pacientes, se colocando a disposição para qualquer outro tipo de assistência que se faça necessária e quaisquer outros esclarecimentos. 

 ASCOM/Prefeitura de Gandu.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias