Quinta, 27 de fevereiro de 2020
73 999057124
Polícia

15/02/2020 às 08h46

Redação

Gandu / BA

Professora é envenenada por alunos do 4º ano, em São Paulo
Conforme a pasta, os responsáveis pelos alunos foram chamados no mesmo dia e será realizada uma reunião para definir as medidas que serão adotadas em relação aos estudantes
Professora é envenenada por alunos do 4º ano, em São Paulo

Uma professora de 42 anos da Escola Estadual Dr. Aniz Badra, na zona sul da cidade de São Paulo, foi hospitalizada na tarde da última quinta-feira (13/2) após ser envenenada por alunos do 4º ano do ensino fundamental. 


Conforme boletim de ocorrência da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), a diretora da unidade acionou a Polícia Militar (PM) após a professora passar mal ao tomar água de uma garrafa que estava na sua mesa. Ela foi socorrida pela equipe gestora da escola e levada a uma unidade de saúde. 


Em nota, a Secretaria da Educação do Estado de SP (Seduc-SP) repudiou o fato contra a professora. Conforme a pasta, os responsáveis pelos alunos foram chamados no mesmo dia e será realizada uma reunião para definir as medidas que serão adotadas em relação aos estudantes.


A Seduc informou que o Conselho Tutelar acompanha o caso. “A Diretoria Regional está prestando total apoio à professora. Uma equipe do Programa Conviva e do CRAVI (Centro de Referência e Apoio à Vítima), centro vinculado à Secretaria da Justiça, está na escola para desenvolver ações com foco na melhoria do clima escolar e dar suporte aos professores e alunos, além de toda comunidade escolar”, informou. 


► Já conhece o Instagram do Sulbahia1? Siga a gente!


►Já conhece o facebook do Sulbahia1? Siga a gente!


Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o WhatsApp do Sulbahia1, (73 9-9905-7124)


SAIBA MAIS





 


 

 



 

 


Ver essa foto no Instagram


 



 

 

 



 

 



 

 

 



✅Novo desafio `quebra-crânio` viraliza na web, mas traz riscos reais ✏️Um novo desafio viral entre estudantes venezuelanos ganhou destaque na internet nos últimos dias e já começou a chegar a algumas escolas brasileiras, gerando preocupação entre pais e professores devido aos perigos da prática. ☹️Chamada de “quebra-crânio”, a brincadeira é realizada com a participação de três pessoas, que ficam lado a lado. Enquanto as duas das extremidades pulam, a do meio, que não sabe como o jogo funciona, pula também. E é neste momento que os dois aplicam uma rasteira no participante desavisado, causando a sua queda. ????????Vários vídeos com o novo viral têm circulado no WhatsApp e em muitas redes sociais, mas um deles ganhou maior destaque. Gravado no início de fevereiro em uma escola de Caracas (Venezuela), ele mostra um garoto caindo após a rasteira e batendo a cabeça violentamente no chão. ✏️✏️Saiba mais: https://bit.ly/2vs4vNo #perigo #quebracrânio #acidente #escolas #educação #jovens #adolescentes #vídeo #vídeos


Uma publicação compartilhada por SulBahia1 (@sulbahia1) em



O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Copyright © 2016-2020 Portal Sulbahia1 - E-mail: [email protected]
Site desenvolvido pela Lenium