Domingo, 20 de Setembro de 2020 08:06
73 999057124
Brasil Fim dos tempos

Vídeo: viraliza boato sobre criatura circulando em ruas de Ilhéus

Fake news? Depoimentos diziam que a criatura se assemelhava a um caranguejo ou chupa-cabra

09/09/2020 19h21 Atualizada há 1 semana
Por: Redação
Depoimentos diziam que a criatura se assemelhava a um caranguejo ou chupa-cabra
Depoimentos diziam que a criatura se assemelhava a um caranguejo ou chupa-cabra

Os grupos de WhatsApp dos moradores de Ilhéus e Teixeira de Freitas foram inundados com vídeos que mostram uma suposta criatura estranha que estaria vagando pelas ruas das cidades do Sul da Bahia.

Além dos vídeos, haviam áudios dizendo que o tal monstro (ou alien) foi visto em frente ao Sesi após ter saído da fazenda de um homem chamado Abdala, em Ilhéus.

Veja:

Outros depoimentos diziam que a criatura se assemelhava a um carangueijo ou chupa-cabra. Um homem que se dizia testemunha ocular do fato chegava a cravar que o aparecimento do animal seria mais um sinal do fim dos tempos.

Apesar de todo o alarde e pessoas jurando de pé junto que viram a monstruosidade, o vídeo é falso.

Além de Ilhéus e Teixeira de Freitas, os relatos também apontavam que a fera foi vista perambulando em Fortaleza (CE) e João Pessoa (PB).

O veredito de que se trata de obra de computação gráfica foi dado pelo site Boatos.org, especialista em investigações deste tipo.

Para atestar o resultado, a página aponta alguns indícios como a reação das pessoas no vídeo, que parecem agir com tranquilidade na presença da suposta criatura.

Além disso, o movimento do bicho é sempre uniforme e ele está deslocado do cenário, entregando que se trata de uma montagem.

O mesmo vídeo já circulou nas redes sociais no idioma árabe, mostrando que não foi apenas no Brasil que disseram ter visto a criatura. Apesar disso, até então não é possível saber quem criou o conteúdo.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias