Sábado, 23 de Janeiro de 2021 12:10
73 999057124
Saúde LUTO

Morre psicóloga baiana que arrecadou quase R$ 800 mil para tratar câncer

Morreu nesta quinta-feira (7) a psicóloga Luciana Medeiros, de 38 anos, vítima de um câncer no colo do útero.

08/01/2021 20h24 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação
Morreu nesta quinta-feira (7) a psicóloga Luciana Medeiros, de 38 anos, vítima de um câncer no colo do útero. Foto - Correio
Morreu nesta quinta-feira (7) a psicóloga Luciana Medeiros, de 38 anos, vítima de um câncer no colo do útero. Foto - Correio

Morreu nesta quinta-feira (7) a psicóloga Luciana Medeiros, de 38 anos, vítima de um câncer no colo do útero. 

Luciana chamou atenção em outubro do ano passado por conseguir arrecadar quase R$ 600 mil em uma semana para financiar o tratamento contra a doença nos Estados Unidos, recebendo a solidariedade de pessoas em todo o país. 

Ao total, a vaquinha conseguiu levantar R$ 788 mil.

nos EUA, Luciana havia recebido há apenas uma semana a primeira dose da medicação que foi o motivo da vaquinha on-line. Inicialmente, o tratamento seria feito por quatro meses. Em sua última publicação no Instagram, a psicóloga celebrou a vinda de 2021, afirmando que se tratava de um ano de muita esperança. "Que venha a minha cura, minha vida de volta!", escreveu.

Mãe de três crianças, de oito, sete e quatro anos, Luciana descobriu o câncer em 2018 e, de lá para cá, fez vários tratamentos, como quimioterapia, radioterapia e cirurgias, mas nada adiantou muito. Apesar de todos esses procedimentos, dois meses após encerrar a quimio, veio a revelação da metástase. O câncer se espalhou e o ciclo de tratamentos teve que recomeçar. Sua médica, então, sugeriu o TIL (do inglês Tumor-infiltrating lymphocytes ou linfócito infiltrante de tumor), que poderia dar uma nova esperança para ela e suas crianças.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias