Domingo, 17 de Janeiro de 2021 23:08
73 999057124
Bahia Economia

Nelson Leal recebe Comissão de Metalúrgicos e defende solução rápida para os milhares de trabalhadores desempregados na Ford

'Resposta só virá com novo investimento', defende presidente da ALBA

13/01/2021 14h33
Por: Redação
Nelson Leal recebe Comissão de Metalúrgicos e defende solução rápida para os milhares de trabalhadores desempregados na Ford

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Nelson Leal, recebeu hoje (13.01) dirigentes do Sindicato dos Metalúrgicos da Bahia, entre eles o presidente Júlio Bomfim, e comissão de operários da Ford para discutir o fechamento das fábricas da companhia, principalmente o da planta de Camaçari, na Bahia. Acompanhado dos deputados estaduais Rosemberg Pinto (PT), Vítor Bomfim (PL), Olívia Santana (PCdoB), Hilton Coelho (PSOL), Jurailton Santos (Republicanos), José de Arimateia (Republicanos), Junior Muniz (PP), Zó (PCdoB), e do deputado federal Sargento Isidório (Avante), o chefe do Legislativo estadual disse que a notícia do fechamento da Ford é um “desastre sem proporções ainda não dimensionadas”.  

“A resposta para essa tragédia econômica e social só pode ser dada com a atração de um grande investimento, de uma nova montadora, para ocupar a lacuna deixada pela Ford. São 12 mil empregos diretos perdidos, fora os mais de 50 mil gerados indiretamente, injetando cerca de R$ 500 milhões/mês na nossa economia, segundo nos informou o Sindicato dos Metalúrgicos. A questão financeira pode até ser equacionada, mas a perda de empregos é um desastre ainda sem proporções dimensionadas. O governador Rui Costa e o secretário do Desenvolvimento, João Leão, já caíram em campo para buscar uma nova indústria, principalmente na China. Esta é a nossa grande aposta e, também, a nossa esperança”, diz o presidente da ALBA, sinalizando que uma frente parlamentar será criada para tratar do tema.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias